Notícias


Amatra1 participa de ato em defesa da Justiça do Trabalho

 

Com a entrada em vigor da reforma trabalhista, no último sábado, dia 11 de novembro, cerca de 200 pessoas, entre magistrados, advogados e servidores públicos, se reuniram, na manhã desta segunda-feira (13/11), em frente ao Fórum da Lavradio, em ato em defesa da Justiça do Trabalho.

“Este já é o terceiro ato em defesa da Justiça do Trabalho que realizamos aqui, no Fórum da Lavradio e, por um lado, é triste que tenhamos que defendê-la. Os juízes não vão descumprir a Constituição. Essa ideia vem sendo difundida como meio de nos intimidar, dificultando o acesso à justiça e trazendo insegurança aos advogados sobre as decisões que tomaremos. Nós vamos interpretar a lei e contamos com todos os operadores do direito nesta caminhada em defesa da Justiça do Trabalho”, argumentou a presidente da Amatra1, Cléa Couto.

Também presente na mobilização, o vice-presidente Ronaldo Callado corroborou com a fala da juíza. “Ressalto que nós não somos juízes de “boca da lei”. Nós vamos fazer a melhor interpretação, de modo a defender a Constituição Federal”, disse.

 

 

A diretora de Prerrogativas e Direitos da Amatra1, Raquel Maciel, também participou do ato e leu a nota pública emitida pela Associação na semana passada, refutando alegações de boicote dos magistrados à reforma trabalhista. Para acessar a íntegra, clique aqui.

Já a diretora de Cidadania e Direitos Humanos, Daniela Müller, transmitiu mensagem de apoio da sétima turma do TRT/RJ que, reunida em unanimidade, registrou em sessão a ocorrência do ato, reforçando o seu compromisso com a Constituição.

 

 

Em sua fala, o corregedor do TRT/RJ, desembargador José Nascimento Araujo Netto, aproveitou para informar que já está disponível, no portal do Tribunal, um link da Corregedoria com a relação de todas as ferramentas de pesquisa patrimonial em apoio à execução das ações trabalhistas.

Além de representantes de entidades como a ACAT, o SISEJUFE e a OAB/RJ, a mobilização contou ainda com a presença do Procurador-chefe do MPT-RJ Fábio Villela, entre outras autoridades.

 

 

 



Mais Notícias



VOLTAR